domingo, 31 de março de 2013

Garganta engasgada não me deixa dizer do tamanho da minha saudade.
As pedras que lançastes travaram qualquer possibilidade de fala do lado de cá.
Fiquei rouca, depois afônica.
Mas o sentimento forte e bonito que tenho por ti, tá aqui, guardado ainda.
Às lágrimas é que dão sinal quando penso em ti.

3 comentários:

Secreta disse...

Ah, não percas a voz! Liberta o grito dos sentires!
Beijito.

S* disse...

Que dor de alma...

Anna Amorim disse...

As lagrimas são verdades gotejantes quando tudo mais cala!
Bj,