quinta-feira, 25 de outubro de 2012




Meus olhos brilham diante dos seus.
Não preciso dizer nada.
Pena que és covarde,
E assim me perde de vez.

6 comentários:

S* disse...

Isso é que dói.

A Escafandrista disse...

Oi, Carol! Voltando aqui para conferir teus escritos, bjs!

Fred Caju disse...

Eu não nem mencionaria pena...

disse...

As pessoas vivem como se pudessem aproveitar tudo e ao mesmo tempo nao tem coragem de assumir comprimissos que as fariam mais felizes, perdendo grandes oportunidades assim... uma pena...
mas a vida segue. boa sorte!

Secreta disse...

Hm...passei para uma visita e deixo um beijito.

Jeferson Cardoso disse...

E foi assim que o balão partiu desde outubro? Carol, a propósito, aceite o convite e venha ver meu texto de literatura amadora de número 292! >>> O http://jefhcardoso.blogspot.com lhe espera. Abraço!